Netsaber » Biografias

Arturo Toscanini

(Maestro italiano)
25-3-1867, Parma
16-1-1957, Nova York


Em finais do século 19, já era considerado um dos mestres da direção orquestral. Regeu sempre sem partitura, dando por terminada a sua carreira, em 1954, quando a memória o abandonou durante um concerto. Obteve grande sucesso no Rio de Janeiro em 1886, durante a turnê pela América do Sul de uma companhia de ópera italiana, dirigindo Aída de Verdi. Nessa ocasião, Toscanini teve de subir ao palco em substituição ao maestro e dirigir a obra sem partitura. Grande parte da fama que auferiu deveu-se à sua magistral direção das óperas de Wagner e Verdi, tanto como primeiro-maestro do Scala de Milão (a partir de 1898), como à frente da New York Metropolitan Opera (1908-1915). A partir de 1929, dedicou-se especialmente ao repertório sinfônico, assumindo a direção da Filarmônica de Nova York, até 1936. Adversário do fascismo italiano, permaneceu em Nova York, onde se apresentou em concertos semanais à frente da Orquestra Sinfônica da NBC, criada especialmente para ele, e com a qual efetuou diversas gravações. Toscanini exigiu sempre uma absoluta precisão e fidelidade à partitura. Interpretou diversas óperas como La Bohème (1896) ou Turandot (1926) de Giacomo Puccini, e também se interessou pela música contemporânea. Trabalhou com Duke Ellington na suíte Harlem para orquestra sinfônica e banda de jazz.

Biografias Relacionadas


- Lorin Maazel

Maazel foi um menino prodígio. Com apenas 9 anos, dirigiu perfeitamente um concerto da Orquestra Filarmônica de Los Angeles. Depois, tornou-se maestro dos mais expressivos. Atualmente, está à frente da Orquestra Sinfônica da televisão da Baviera (desde...

- Carlo Maria Giulini

Giulini, que iniciou sua carreira como instrumentista, é um dos maestros mais conhecidos do pós-guerra. Protegido por Arturo Toscanini, começou a ganhar prestígio no mundo da música como maestro. Obteve os primeiros êxitos entre 1945 e 1950 dirigindo...

- Herbert Von Karajan

Foi um dos mais carismáticos maestros do século XX, tendo descoberto e patrocinado novos talentos. Em 1955, foi nomeado diretor musical vitalício da Orquestra Filarmônica de Berlim, em substituição a Wilhelm Furtwängler. Atuou várias vezes no Festival...

- Enrico Caruso

Caruso, aclamado em todo o mundo como o tenor perfeito, possuía uma voz brilhante, de grande força expressiva, e interpretava seus papéis demonstrando um grande talento dramático. Seu amplo repertório, conservado em quase 250 gravações, compreendia 60...

- Marcello Viotti

Maestro suíço nascido na localidade suíça de Vallorbe, conhecido como diretor de música do famoso teatro de Veneza, La Fenice Theater, e que também conduziu a Ópera Metropolitana de Nova York, e outras casas importantes. Nascido em uma região suíça que...