Netsaber » Biografias

Alfred James Pacino (ou Al Pacino)

(Ator de Cinema)
25 de Abril, 1940. Bronx, Nova York.



Pacino nasceu em Nova Iorque (Bronx), filho de Salvatore e Rose Pacino, que se divorciaram quando ele ainda era criança. Tem ascendência italiana, (os seus avós maternos eram de Corleone na Sicília e imigraram para os Estados Unidos.

Nos fins dos anos 60 estudou sob a supervisão de Lee Strasberg, descobrindo com isso a terapia para uma juventude deprimida e tão pobre, que mal tinha dinheiro para apanhar o transporte para as audições. O seu talento falou mais alto, tendo ganho um “Obie award” pela sua interpretação em palco de “The indian wants the Bronx” e um “Tony award” por “Does the tiger wear a necktie?”. O seu primeiro trabalho no grande ecrã foi “Me Natalie” em 1969, mas seria em 1971 com o seu trabalho “The panic in Needle Park” que o seu talento viria ao de cima, tendo ganho a atenção do realizador Francis Ford Coppola.

A sua ascensão meteórica surgiu após ter desempenhado o papel de “Michael Corleone” no filme de grande sucesso sobre a máfia de Coppola, The godfather de 1972. Embora muitos actores consagrados pretendessem este papel para si, Coppola, escolheu o então relativamente desconhecido Pacino para o desempenhar. A sua actuação rendeu-lhe uma nomeação de melhor actor secundário para os óscares, e até aos finais da década de 70, conseguiu mais três nomeações, todas para melhor actor. Apesar de ter tido mais algumas nomeações, apenas em 1993, Pacino conseguiria alcançar o almejado prémio com o filme “Scent of a woman” de Martin Brest, no qual desempenha o papel de um militar reformado, cego e com um feitio irascível; para além de ter ganho o óscar de melhor actor, foi também cogitado para a nomeação de melhor actor secundário com o filme “Glengarry Glen Ross”; a única pessoa que conseguiu ser nomeada para os dois prémios no mesmo ano foi a actriz Julianne Moore, que em 2003 conseguiu repetir o feito, não tendo no entanto, de qualquer da vezes, conseguido ganhar nenhum deles. Depois dessas nomeações, Pacino nunca mais foi nomeado para qualquer dos prémios, no entanto, conseguiu vencer dois Globos de Ouro.

Nos anos 80, a carreira de Pacino entrou numa curva descendente, com as suas actuações em “Cruising” e “Author! Author”, a não serem muito apreciadas pela crítica. No entanto, conseguiu mais uma nomeação para os Globos de Ouro com o filme Scarface, onde representa o papel de um barão da droga cubano. No violentíssimo filme de Brian De Palma, ele contracena pela primeira vez com sua amiga Michelle Pfeiffer. Em 1992, eles voltariam a trabalhar juntos em Frankie & Johnny, sob a batuta de Frank Marshall (Uma Linda Mulher).

O reverso da medalha surge em 1985, com o filme “Revolution”, a ser considerado por alguns como a sua pior actuação de sempre, o que o levou de volta para o teatro nos quatro anos seguintes. Em 1989 regressou com “Sea of love”, seguido de uma série de excelentes interpretações em “Carlito’s way”, “Heat” “Donnie Brasco” e “The recruit”. Ao longo da sua carreira, Pacino recusou vários papéis, entre eles “Han Solo” em Star wars, “Captain Willard” em Apocalypse now e “Edward Lewis” em Pretty woman.

A qualidade das representações de Pacino, bem como a sua presença no grande ecrã, deram-lhe o estatuto de um dos melhores actores da história do cinema. Pacino continua a fazer teatro e começou a sua carreira como realizador, e embora o seu primeiro filme (“The local stigmatic”), continue por editar, os seus outros dois trabalhos (“Looking for Richard” e “Chinese coffee”) foram bastante aclamados.

FILMOGRAFIA

2006 - 88 minutes
2005 - Tudo por dinheiro (Two for the money)
2004 - O mercador de Veneza (Merchant of Venice, The)
2004 - Void moon
2003 - Contato de risco (Gigli)
2003 - Angels in America (Angels in America) (TV)
2003 - O novato (Recruit, The)
2002 - Insônia (Insomnia)
2002 - O articulador (People I Know)
2002 - Simone (Simone)
2001 - Chinese coffee
1999 - Um domingo qualquer (Any given sunday)
1999 - O informante (Insider, The)
1997 - Advogado do diabo (Devil's advocate, The)
1997 - Donnie Brasco (Donnie Brasco)
1996 - Ricardo III - Um ensaio (Looking for Richard)
1996 - City Hall - Conspiração no Alto Escalão (City Hall)
1995 - Fogo contra fogo (Heat)
1995 - Um dia para relembrar (Two bits)
1993 - Pagamento final (Carlito's way)
1992 - O sucesso a qualquer preço (Glengarry Glen Ross)
1992 - Perfume de mulher (Scent of a woman)
1991 - Frankie e Johnny (Frankie and Johnny)
1991 - Na cama com Madonna (Madonna: Truth or dare)
1990 - O poderoso chefão 3 (Godfather: Part III, The)
1990 - Dick Tracy (Dick Tracy)
1989 - Local stigmatic, The
1989 - Vítimas de uma paixão (Sea of love)
1985 - Revolução (Revolution)
1983 - Scarface (Scarface)
1982 - Autor em família (Author! Author!)
1980 - Parceiros da noite (Cruising)
1979 - Justiça para todos (...And justice for all)
1977 - Um momento, uma vida (Bobby Deerfield)
1975 - Um dia de cão (Dog day afternoon)
1974 - O poderoso chefão 2 (Godfather: Part II, The)
1973 - Espantalho (Scarecrow)
1973 - Serpico (Serpico)
1972 - O poderoso chefão (Godfather, The)
1971 - Os viciados (Panic in the Needle Park)
1969 - Uma garota avançada (Me, Natalie)

Biografias Relacionadas


- Martin Scorsese

Críticos e estudiosos do cinema chamam-lhe de "o maior realizador americano vivo"; vários dos seus filmes ocupam lugar de destaque nas listas dos melhores filme do “American Film Institute” e na lista dos 250 melhores da “Internet Movie Database”. Embora...

- Francis Ford Coppola

Coppola pôs na tela grande parte da história contemporânea norte-americana. Sua trilogia O Poderoso Chefão, baseada na vida de um chefe da Máfia e iniciada num filme de 1972 que teve Marlon Brando como protagonista, foi um enorme sucesso, tanto artístico...

- Annie Lennox

A escocesa Annie Lennox estourou nos anos 80 como vocalista do Eurythmics. É dela o tom inesquecível de “Sweet dreams (Are made of this)”, um dos grandes hits lançados pelo grupo. Começou sua carreira solo lançando “Diva”, em 1992, quando se revelou...

- Marlon Brando

Com a peça teatral Um Bonde Chamado Desejo, de Tenessee Williams, e sua posterior versão cinematográfica, Brando transformou-se numa estrela. Sua estréia no cinema aconteceu em Espíritos Indômitos (1950), de Fred Zinnemann. Em 1954 recebeu um Oscar por...

- Liza Minnelli

Dois sucessos internacionais deram grande fama a Liza Minnelli nos anos 70: o papel de Sally Bowles no filme musical Cabaret de 1971, pelo qual ganhou um Oscar, e o hino à "cidade que nunca dorme", New York, New York, tema principal do filme homônimo...