Netsaber » Biografias

Ambrosius Aurelius Theodosius Macrobius,

(Gramático e patrístico )
~ 340 - 415


Gramático e patrístico do período pré-nissênico da escola neoplatônica do Ocidente Latino provavelmente nascido na África Romana, onde também se destacaram Calcídio (Século V), Mário Victorino (285-362) e Severino Boécio (470-524), de muita influência na Idade Média por suas compilações do saber grego. Foi, com Caio Mario Victorino (285-362), um dos chamados neoplatônicos cristãos. Exerceu considerável influência na Idade Média pela transmissão e elaboração de uma parte da tradição filosófica grega pagã. Ficaram famosas sua compilação da antiga cultura literária pagã chamada Saturnalium conviviorum libri septem, ou Saturnalia, livro VII (385), e um trabalho intitulado Commentarius in somnium Scipionis ou Comentário ao sonho de Cipião, do texto original de Cícero, sobre a visão deste em relação ao cosmos e a doutrina da imortalidade da alma apresentada, muito lido na Idade Média, e ainda De differentiis et societatibus graeci latinique sermonis. Ainda nos anos atuais editoras publicam obras viáveis deste autor, como Macrobii Ambrosii Theodosii Opera quae supersunt pela Typis et Sumptibus G. Bassii (1848), Commentary on the Dream of Scipio by Macrobius (Records of Western Civilization) e The Saturnalia (Records of civilization: sources and studies) pela Columbia University Press (1969) e Macrobii Theodosii de verborum Graeci et Latini differentiis vel societatibus excerpta (Testi grammaticali latini) pela QuattroVenti (1990). Em seus escritos refiriu-se ao fato de que Herodes mandou matar durante o inverno (7-6 a. C.) dois dos seus próprios filhos, Alexandre e Aristóbulo, e o seu filho mais velho e seu herdeiro, Antípater (4 a. C). Estudando estes dados, podemos situar a matança dos meninos de Belém, incluindo do filho mais velho de Herodes, que devia ser o seu sucessor como rei dos Judeus, no início do ano (4 a. C) e contando os 2 anos do tempo do aparecimento da estrela que guiou os reis magos, para os astrônomos uma conjunção de Júpiter e de Saturno na constelação de Peixes, fenômeno que é visível de 794 anos em 794 anos, podemos situar o nascimento de Jesus em 6 ou 7 a. C.

Biografias Relacionadas


- Calcídio Ou Calcidius, O Latino

Patrístico e filósofo do período pós-nissênico da escola neoplatônica do Ocidente Latino e que viveu em Roma, onde também se destacaram Ambrósio Macróbio, Mário Victorino e Severino Boécio, tornou-se no início da Idade Média no Ocidente a principal fonte...

- Flávio Magno Aurélio, O Cassiodoro Senatore

Teólogo patrística de transição para a Escolástica (430-800), historiador e estadista romano nascido em Scyllacium, hoje Squillace, na Calábria, sul da Itália, que com Boécio foram chamados os últimos romanos, em virtude da contribuição de ambos para...

- Proclo Lício Diadoco De Constantinopla

Filósofo e matemático nascido em Constantinopla, considerado a última voz original da Antigüidade pagã, ou seja, o último grande representante do platonismo e neoplatonismo pagão, pela sua capacidade de ordenamento interno das questões e encaminhamento...

- Plotino De Alexandria

Filósofo patrístico pré-nissênico e místico romano de Nicópolis, no Egito, o último filósofo antigo a criar um grande sistema, o neoplatonismo, cuja importância está em haver dado embasamento intelectual às religiões orientais e finalmente ao próprio...

- Simplício, O Cilício

Filósofo, matemático e autor aristotélico grego, natural da Cilícia, pesquisador da geometria grega, copiador por auto-afirmação, de parte da obra de Eudemus, e que ficou famoso por haver sido o mais célebre e profundo comentador das obras de Aristóteles,...