Netsaber » Biografias

Antonio Rodrigues

(professor catedrático de Geometria na Faculdade de Filosofia da UFRGS, 1944 - 1970)
1918-2003


Quando comparado com o dos outros países latino-americanos, o desenvolvimento da Matemática no Brasil foi muito tardio, e o do RGS iniciou ainda mais recentemente. Além de nosso estado estar afastado dos centros culturais do país, sua condição de fronteira meridional do Brasil dificultou e atrasou ainda mais sua evolução cultural e científica em geral. Com efeito, não seria exagero resumirmos a história do RGS, até c. 1950, como dividida em 200 anos de guerras de fronteiras e 100 anos de não menos dolorosas guerras civis. Além da falta de um ambiente adequado para os estudos e pesquisas, temos de levar em conta as enormes perdas humanas e materiais que isso acarretou.

A matemática de nível superior só passou a ser estudada no RGS com a criação da Escola de Engenharia de Porto Alegre, em 1 896, hoje Escola de Engenharia da UFRGS. Os primeiros professores de matemática dessa Escola tinham a formação matemática da Escola Militar, sediada no Rio de Janeiro. Isso equivale a dizer que, além de ser uma matemática limitada pelos interesses práticos e profissionais da, naquela época, incipiente engenharia em nosso estado, era uma matemática que seguia a linha positivista.
Em outras biografias, já tivemos oportunidade de enfatizar que o positivismo foi muito prejudicial ao desenvolvimento da Matemática: empunha delimitações exageradas ( por exemplo: não aceitava as idéias probabilistas, negava a validade de várias noções básicas da Análise Matemática, etc ), dava uma orientação mais metafísica do que científica aos estudos e desconhecia os desenvolvimentos matemáticos do final do sec. XIX e início do sec. XX.

No Brasil, a reação contra o Positivismo acelerou-se nas duas primeiras décadas do sec XX sendo que sua derrota foi simbolicamente declarada em 1 925, com a vinda de Einstein ao Brasil: com a mesma, o Brasil dizia ao mundo reconhecer a Ciência Moderna recebendo aqui, com todas as honras, seu maior expoente. Mas, a construção brasileira dessa Ciência Moderna iniciou só a partir de 1 930, com a fundação da Universidade de São Paulo ( USP ). Com a criação do Curso de Matemática na Faculdade de Ciências e Letras da USP, e os das outras faculdades de Filosofia que logo passaram a ser fundadas pelo resto do Brasil, deixou-se definitivamente de lado a orientação positivista e passou-se a trabalhar na linha das melhores universidade européias da época, tanto no ensino como na pesquisa.

Biografias Relacionadas


- Antonio Rodrigues

Nasceu em 1 918, na cidade de São Paulo. Trabalhou, principalmente, na UFRGS. Faleceu aos 85 anos, em junho de 2003, na cidade do Rio de Janeiro, onde vivia desde sua aposentadoria. formação: - graduação: bacharel ( 1 942) e licenciado ( 1 943 ) pela...

- Theodoro Augusto Ramos

Matemático brasileiro nascido na cidade do Rio de Janeiro, que introduziu no Brasil a Análise Matemática moderna e considerado o mais brilhante e o mais cientificamente produtivo de sua geração. Formou-se em Engenharia Civil na Escola Politécnica do Rio...

- Raimundo Teixeira Mendes

Filósofo e matemático brasileiro nascido em Caxias, MA, autor do dístico Ordem e Progresso da bandeira brasileira. Órfão de pai muito cedo, cresceu sob uma forte influência católica da mãe. Foi para o Rio de Janeiro estudar num colégio de jesuítas e depois...

- Otto De Alencar Silva

Matemático brasileiro nascido na cidade de Fortaleza, Ceará, um pioneiro da pesquisa matemática de ponta no Brasil e considerado o mais importante e profícuo matemático brasileiro de sua geração. Filho de Silvino Silva e Maria Alencar Silva, era bisneto...

- Cândido Lima Da Silva Dias

Físico e matemático brasileiro nascido em Mococa, no interior de São Paulo, pesquisador influenciado pelo famoso grupo de matemáticos franceses Nicolas Bourbaki, e fundador do Instituto de Matemática Pura e Aplicada, o IMPA. Seu pai era um engenheiro...