Netsaber » Biografias

ÁLVARO DE MOYA

(Diretor de tv)
?


Alvaro de Moya é filho de um coronel reformado da antiga Força Pública do Estado de São Paulo, de nome Salvador, e de dona Amélia. Irriquieto, tenaz, inteligente e vivo, Alvaro não gostava muito de estudar. Quando o pai perguntava: “Você quer ser engenheiro, médico ou advogado ?“ Ele respondia: “Quero ser desenhista de histórias em quadrinhos”, para desespero do pai. Com 10, 12 anos, outra paixão dominou o menino: o cinema. Assistia uma sessão atraz da outra, nada o satisfazia. Também gostava de ler. Lia de tudo e sabia um pouco de tudo. Uma vez, porém, ouviu na escola, uma frase que passou a ser seu lema: “Res, non verba” (Ação, e não palavras). Na verdade a primeira paixão de Moya foi pelo desenho. E esse seu amor pelo desenho e pelo cinema, o levou para a televisão. Foi através de um telefonema a Walter George Durst, que Moya, bastante jovem, se entrosou com aquele grupo também jovem, que preparava a novidade: lançar a televisão no Brasil. Conheceu e gostou não só de Durst, mas de Cassiano Gabus Mendes, de Silas Roberg, de Dionizio Azevedo. E coube a ele fazer a história de inauguração da PRF3-TV, a 1a emissora da América Latina. Mas, irriquieto que era, logo conseguiu uma bolsa e foi para os Estados Unidos, para ver de perto tanto a televisão, como seu amor maior: a história em quadrinho. E conseguiu muita coisa. Esteve com personalidades e aprendeu detalhes que mais tarde trouxe para o Brasil. De volta casou-se com a atriz Anita Greiss, com quem teve 2 filhos. Acompanhando Demerval Costa Lima, ex diretor geral das Emissoras Associadas, Moya foi para a TV Paulista, que mais tarde transformou-se em TV Globo. Ali foi seu braço direito. Foi diretor de TV, criativo e original. No corte de imagens, era imbatível. A seguir foi para a TV Excelsior, que a seu ver, criou a verdadeira TV Brasileira moderna, com grade de programação vertical e horizontal. Aí formou, ao lado de Cyro Del Nero, a dupla que fixou a imagem daquela televisão, e foi Moya que conseguiu uma coisa nova em televisão: a pontualidade, que até então não existia (Os programas entravam no ar, mais ou menos às ... ) Moya esteve também na TV Bandeirantes, e outra vez na missão importante: Colocar no ar a emissora. Escolheu o dia 13 de maio, já que a televisão seria (em São Paulo) o canal 13. E conseguiu a façanha, tendo ficado 72 horas sem comer nem dormir, só trabalhando. Na TV Cultura sua missão foi angariar apoio da iniciativa privada, àquela emissora estatal. Além disso Moya foi, por 20 anos professor da Universidade de São Paulo, na matéria Comunicação. Hoje, aposentado, tem uma empresa, e dá palestras, entrevistas, sendo também o Diretor Cultural da Associação dos Pioneiros da Televisão Brasileira. É ainda lépido, inteligente, vivo e “teimoso”, como ele mesmo diz: “It is may way”, sempre pronto a aceitar desafios e novos caminhos.

Biografias Relacionadas


- Antonino Seabra

O pai de Antonino Seabra era baiano, professor. Depois foi ser Juiz de Direito. Seu nome era José Seabra. Ele se casou com Benedita, paulista, e se mudaram para Recife, Pernambuco, onde Antonino nasceu. Ele, e mais três irmãos, logo foram com os pais...

- Walter Avancini

nome de Walter Avancini é Nunciato Walter Avancini. Nascido em 18 de abril de 1935, em São Caetano do Sul, cidade pertencente à Grande São Paulo. O pai era pedreiro, que faleceu vindo do trabalho, aos 45 anos de idade. A mãe Carmem era do interior de...

- Mario Fanucchi

Mario Fanucchi nasceu em Ponta Grossa, estado do Paraná, em 29 de julho de 1927. Filho de Julio Fanucchi e Sophia Bertha Levenhagen Fanucchi. Foi em Ponta Grossa que iniciou sua carreira. Ingressou para o rádio nessa cidade, e também nas cidades de União...

- JÚlio Medaglia

Julio Medaglia é maestro. Em menino tinha o apelido de "Periquito", pois nasceu em São Paulo, perto do Clube Palmeiras, que sempre foi sua paixão. A data de seu nascimento é 06 de abril de 1938. De família pobre, o pai era ferroviário da S.P.R. e a mãe...

- Ana Maria Neumann

O nome de Ana Maria é: Ana Maria de Camargo Arruda Neumann, pois é casada com Alfredo Neumann, alemão. Ana Maria, porém, é paulista da cidade de Araraquara, filha de Lino e Alice. De família católica, Ana Maria estudou sempre em colégio de freiras. Sua...