Netsaber » Biografias

ANTONINO SEABRA

(Diretor e homem de TV)
?


O pai de Antonino Seabra era baiano, professor. Depois foi ser Juiz de Direito. Seu nome era José Seabra. Ele se casou com Benedita, paulista, e se mudaram para Recife, Pernambuco, onde Antonino nasceu. Ele, e mais três irmãos, logo foram com os pais para o Rio de Janeiro, onde se criaram e estudaram. Antonino, desde cedo, gostava de desenhar, e logo começou a desenhar faixas e cartazes. Fazia também histórias em quadrinhos. Exibia-os aos amigos, que gostavam. Mas quem gostava mais era o próprio Antonino, que aos 16, 17 anos começou a trabalhar em rádio, como operador de som, na Rádio Guanabara, do Rio. Começou a fazer logo sonoplastia e apaixonou-se. Continuava com os desenhos e, tranquilamente, apresentou-se a Roberto Marinho, pedindo-lhe que publicasse um desenho seu. Continuava a estudar, no famoso Colégio Pedro II, mas já sabia qual seria seu destino. Passou para a Rádio Nacional, já com bom salário. Aí veio para a TV Paulista, em S.Paulo, e foi um verdadeiro desbravador. Como o estúdio era muito acanhado, conseguiu uma lente especial, pois logo foi ser câmera-men e depois diretor de cena. Continuava, porém, com sua sonoplastia. Não demorou a subir ao cargo de diretor artístico, já que sabia de tudo, e ficava dentro da emissora o dia e a noite inteiros. Depois passou para a TV Tupi, onde ficou por vários anos. Em seguida foi para a TV Record, depois novamente para a TV Paulista, outra vez TV Tupi, uma sucessão de trocas e procuras, de mudanças. Era o verdadeiro “homem de televisão”, um verdadeiro conhecedor do veículo. Na TV Tupi fez “Teatro da Juventude” , “Poliana”, “Lever no Espaço”, e muitos outros programas. Esteve ainda na TV Continental e na TV Rio, do Rio de Janeiro. Foi então para a TV Excelsior. Anos mais tarde, já considerado um dos “papas” da televisão, resolveu fazer um filme, mas com o ritmo da televisão. Seu parceiro foi Henrique Martins, aliás, seu companheiro de sempre. Voltou, porém, para a TV Bandeirantes. Lá lançou “Zé do Caixão”, “O Homem do Sapato Branco”, “Jacinto Figueira”, “Gil Gomes”, e vários outros programas de sucesso. Por fim foi para o SBT, à convite de Silvio Santos, para dirigir a nova fase de novelas da emissora, e o fez com muito sucesso. E no SBT ficou por quinze anos consecutivos, o nosso irriquieto e criativo Antonino Seabra, que dedicou cinquenta anos de sua vida integralmente à televisão. Quando perguntado quem é ele, responde, emocionado e feliz: “Um sonhador. E um trabalhador. Um artista. Amo o que faço, amo as pessoas e os inúmeros amigos que fiz”. E sua frase mais marcante é: “Como a vida é bela”.

Biografias Relacionadas


- Hilton Gomes

Hilton Gomes de Souza, filho de Luiz Gomes de Souza e Cacilda Normandia de Souza, nasceu em Quintino Bocaiúva, no Rio de Janeiro, em 23 de maio de 1924. Tem irmãos, mas era ele quem mais gostava da companhia do pai, quando este ia trabalhar no jornal...

- Waldemar De Moraes

Waldemar Leite de Moraes, tinha somente onze anos quando subiu, sozinho, as escadas da Rádio Record, no centro de São Paulo, para pedir um emprego. Logo procurou o diretor, que era Otávio Gabus Mendes. E conseguiu. Waldemar, filho de Alípio e Emilia,...

- TheÓphilo De Barros Filho

Theóphilo de Barros Filho nasceu em Maceió, capital de Alagoas, em 1911. Família grande, eram 15 irmãos. Moreno, estatura baixa, muito inteligente, Theóphilo transferiu-se para Recife, capital de Pernambuco, onde formou-se em Direito. Ali interessou-se...

- Francisco Di Franco

Francisco Di Franco nasceu em 7 de maio de 1938, em São Paulo, capital. Logo cedo sentiu vontade de ser ator e se pôs na luta. Começou aos vintes anos fazendo com Amácio Mazzaropi a série de Jeca Tatu. Mas foi mesclando suas atividades e ingressou para...

- JoÃo LÔredo

João Luiz Rodrigues Maia de Alvarenga Lôredo é João Lôredo. É filho de Etelvino Lôredo, que foi menino pobre, mas conseguiu vencer como comerciante. Mulato, bonito, casou-se com Luiza, que é branca. A mãe de João Lôredo vive até os dias de hoje, quando...