Netsaber » Biografias

ARLEY PEREIRA

(Cronista e jornalista)
1935-2007


Arley Pereira Gomes de Oliveira nasceu a 1º de janeiro de 1935 em São Paulo, capital. Fez seus estudos no Colégio Piracicabano, depois no Liceu Coração de Jesus e em seguida no Mackenzie College. Viajou para a Europa e estudou espanhol, italiano e francês nos países de origem. Cursou Socióloga e Política na Fundação Armando Álvares Penteado e fez curso de Informática, no Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo. Mas, em verdade, sempre foi jornalista. Exerceu variadas funções. Ocupou cargos de repórter, de chefe de reportagem e editor, a partir de 1959 em vários jornais em todos os jornais . Fixou-se como repórter especial, principalmente em esportes, cobrindo eventos mundiais, como as Copas do Mundo de 1958 e 1962, na Suécia e no Chile. Posteriormente dedicou-se à música popular brasileira, especializado como cronista em ambos os assuntos. Entre os jornais em que trabalhou, destacam-se: Última Hora, Estado de São Paulo, Diário de São Paulo, Diário da Noite, Movimento, A Gazeta Esportiva, Diário Popular e Sporting News. Paralelamente colaborou em inúmeras revistas, como nas: O Cruzeiro, Fatos e Fotos, Manchete, Capricho, Contigo, Cláudia, Qualis, Revista da Semana, Status, Intervalo. Trabalhou em várias emissoras de televisão, como: TV Cultura, Rede Tupi de Televisão, S.B.T, Rede Globo de Televisão, Rede Record de Televisão, Rede Manchete de Televisão, TV Gazeta – São Paulo, Rede Bandeirantes de Televisão, além das emissoras de rádio: Bandeirantes, Jovem Pan e Rádio Record. Além de sua atividade intensa no jornalismo, é autor da coleção em quarenta capítulos de “A História do Samba”, da Editora Globo; do livro: “Cartola, 90” do Sesc, da “A Música Brasileira”, “Deste século por seus autores e Intérpretes”, do Sesc. E, atualmente, está no preparo das biografias de Oswaldo Gogliano (Vadico), de Altamiro Carrilho, e de Inezita Barroso, cantora. Arley Pereira também emprestou seus serviços para as gravadoras Continental, RGE, e outras. Foi pesquisador e redator do “Projeto Brasil de Todas as Copas”, da Editora Três, para a qual ainda participou dos projetos “1000 Maiores esportistas do Século 20”, “Os 1000 que fizeram 100 anos de cinema” e “Diário da Olimpíada Atlanta 96”. Conseguiu tempo e espaço em sua agenda para ser Assessor de Comunicação do governador Álvaro Dias do Paraná; Oficial de Gabinete do Deputado Blota júnior, quando Secretário de Turismo de São Paulo. Como repórter cobriu por duas vezes o Festival de Montreux. No final de 1999 foi junri no concurso “Música Brasileira do Século”, da Rede Globo de Televisão. Contista, teve contos premiados, no concurso de literatura da Revista Status, e no concurso do Banco Real . Homem de mil e um instrumentos, Arley Pereira faleceu em 10 de março de 2007.

Biografias Relacionadas


- Irineu Marinho

Jornalista brasileiro nascido em Niterói, RJ, fundador do jornal O Globo (1925), embrião do maior império das comunicações do América do Sul e a quarta rede de televisão do mundo. Imbuído do espírito jornalista desde criança, pois ainda no colégio, publicou...

- Mário Donato

Poeta e romancista brasileiro nascido em Campinas, Estado de São Paulo, que alcançou grande sucesso logo com seu primeiro romance, Presença de Anita (1948), filmado (1951) e produzido como minissérie da Rede Globo de Televisão (2002). Antes de se dedicar...

- Salathiel Coelho

Salathiel Coelho nasceu na cidade de Esperança, no Estado da Paraíba, no dia 17 de dezembro de 1931. Iniciou suas atividades artísticas como locutor, em comício, pelo nordeste brasileiro. Em 1948 foi para São Paulo e depois Rio de Janeiro. E nessas cidades...

- Rubens Furtado

Rubens Furtado é mineiro. Iniciou sua carreira na ZYT-9- Rádio Industrial de Juiz de Fora, sua cidade natal. Ainda naquela época, bem jovem, tornou-se um dos nomes mais importantes do rádio mineiro. No fim da década foi para São Paulo, capital, e no ano...

- Ferreira Netto

Joaquim Antônio Ferreira Netto nasceu em São Paulo em 1938. Jornalista, foi colunista do extinto jornal Folha da Tarde, do Grupo Folha, em São Paulo. Mas sua inclinação era pela comunicação oral. Assim, logo que conseguiu, ele entrou em emissoras de rádio...