Netsaber » Biografias

Andreas Papandreu

(Primeiro-ministro grego de 1981 a 1989 e de 1993 a 1996)
5-2-1919, Quíos
23-6-1996, Atenas


Filho de Georgios Papandreu, viveu exilado nos Estados Unidos entre 1940 e 1961, antes de integrar o poder executivo presidido por seu pai (de 1964 a 1965). Foi preso depois do golpe militar de Georgios Papadopoulos de 1967, regressando ao exílio, que durou até 1974. Quando a ditadura militar chegou ao fim, fundou o Movimento Socialista Pan-Helênico (Pasok). Em 1981, saiu vencedor nas eleições. Apoiado num programa que representava uma mistura de idéias socialistas e nacionalistas, efetuou diversas reformas inovadoras e democráticas para garantir a integração da Grécia na Comunidade Européia (1981). Na política internacional, a rivalidade com a Turquia por causa da ilha de Chipre serviu de pretexto a conflitos no interior da Otan. Quando acabou seu mandato, sofreu uma derrota eleitoral motivada por escândalos de corrupção, mas seu partido voltou a conseguir a maioria absoluta em 1993 e Papandreu regressou à chefia do Executivo grego. Perpassado pelo conflito dos Bálcãs que se seguiu à desintegração da Iugoslávia, seu segundo mandato foi determinado pelas iniciativas populistas e pela política de firmeza diante dos países vizinhos da Grécia, em especial a Macedônia, a Albânia e a Turquia. Em janeiro de 1996, teve de abandonar o poder por motivo de saúde. Foi substituído por Constantin Simitis no lugar de primeiro-ministro e de presidente do Pasok.

Biografias Relacionadas


- Konstantin Karamanlis

Karamanlis dedicou-se à política a partir de 1935, ocupando o cargo de ministro várias vezes. Em 1955, foi primeiro-ministro da Grécia. Expulso, em 1956, da União Nacional Radical (ERE), fundada por ele, buscou a reforma econômica grega para adaptá-la...

- Georgios Papandreu

Político progressista, foi seguidor de Eleutherios Venizelos e uma das personalidades mais destacadas da vida política da Grécia no século XX. Entre 1923 e 1933, foi ministro em vários governos e, neste último ano, fundou o Partido Democrático, que, em...

- Georgios Papadopoulos

Papadopoulos, coronel desde 1960, foi o cabeça dos revoltosos que efetuaram, em 1967, um golpe militar com o qual pretendiam evitar o triunfo eleitoral das esquerdas lideradas por Georgios Papandreu. Depois da tentativa fracassada de contragolpe, perpetrada...

- Macário Iii

Seu verdadeiro nome era Michail Christodoulos Mouskos. Desde 1950, como arcebispo, foi chefe da Igreja Ortodoxa cipriota, dirigindo o movimento político para unificar o Chipre com a Grécia (Enosis). Em 1956 e 1967, foi expulso da ilha pela Grã-Bretanha,...

- Benazir Bhutto

Filha de Zulfikar Bhutto, seguiu estudos nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha. Regressou ao Paquistão em 1977 e no ano de 1982 assumiu com a sua mãe a liderança da oposição contra Mohamed Zia Ul-Haq à frente do Partido do Povo do Paquistão (PPP). Forçada...