Netsaber » Biografias

Antônio Alves Redol

(Escritor português)
29-12-1911, Vila Franca de Xira
29-11-1969, Lisboa


Aos 16 anos partiu para Angola, onde permaneceu durante três anos, quando começou a colaborar na imprensa. Estreou em 1940 com o romance Gaibéus e foi um dos iniciadores do neo-realismo em Portugal. A partir, sobretudo, de A Barca dos Sete Lemes (1958), sua obra deixa de acentuar a intervenção político-sociológica para apresentar uma caracterização mais perfeita das personagens, revelando seus notáveis dotes romanescos. Obras principais: Avieiros (1942), Horizonte Cerrado (1949), Uma Fenda na Muralha (1959), Cavalo Espantado (1960) e Barranco de Cegos (1962), considerada a sua obra prima. Escreveu as peças de teatro Maria Emília (1946), Forja (1948), O Destino Morre de Repente (1967) e Fronteira Fechada (1972).

Biografias Relacionadas


- Carlos Oliveira

Licenciou-se em Ciências Histórico-Filosóficas na Faculdade de Letras de Coimbra. Foi um dos iniciadores do movimento neo-realista. Colaborou com as revistas Altitude, Seara Nova e Vértice, de que foi diretor. Poeta e ficcionista, estreou com o volume...

- Eduardo Lourenço

Em 1946, licenciou-se em Ciências Histórico-Filosóficas na Universidade de Coimbra, onde foi assistente de 1947 a 1953. A partir de 1954, lecionou nas Universidades de Hamburgo, Heidelberg, Montpellier, Grenoble e Nice. Aderiu ao neo-realismo, logo passando...

- Gregory Peck

Peck, que iniciou a carreira como ator de teatro, triunfou em Hollywood com filmes como A Conquista do Oeste (1962) e O Escarlate e o Negro (1983). Interpretou, de igual modo, diversos papéis em adaptações cinematográficas realizadas a partir de grandes...

- Nelson Rodrigues

Nelson Rodrigues foi o mais revolucionário personagem do teatro brasileiro, abrindo as portas à moderna dramaturgia do país. Percorreu, contudo, um árduo itinerário, marcado pelas tragédias familiares e pela crítica contraditória. Desde seu primeiro texto,...

- Jaime Cortesão

Formado em Medicina (1909), exerceu o magistério no Porto (1911-1915) e medicina na campanha de Flandres como voluntário. De 1919 a 1927 foi diretor da Biblioteca Nacional. Dirigente do fracassado movimento revolucionário de 3 de fevereiro de 1927, conheceu...