BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


O Período Pré-colonial
(História do Brasil)

Publicidade
A CONQUISTA DA AMÉRICA PELOS EUROPEUS

Em 1492, Cristóvão Colombo, descobre a América numa expedição de bandeira espanhola, mas quando regressou com a notícia à coroa espanhola; a coroa portuguesa exerceu forte pressão sobre os reis da Espanha, exigindo a partilha das terras descobertas.
A disputa entre Portugal e Espanha iniciara no século XV por causa das Ilhas Canárias.
Para resolver o impasse sobre as terras descobertas foi assinado o Tratado de Tordesilhas.
O acordo de 1494 garantiu a Portugal as terras africanas e a posse dos territórios que viriam a ser o Brasil.

A VIAGEM DE CABRAL AO BRASIL
Em 9 de março de 1500, uma esquadra formada por três caravelas e dez naus comandadas pelo militar Pedro Álvares Cabral, deixou Portugal para ir a Calicute, na Índia, buscar especiarias. Antes disso deveriam navegar a sudoeste e aproximar-se do litoral das terras americanas. Na esquadra vinha Pero Vaz de Caminha, escrivão oficial do reino, com a incumbência de escrever ao rei contanto sobre a terra.
Como era freqüente nas viagens oceânicas, uma das embarcações naufragou nas proximidades de Cabo Verde. Em 22 de abril de 1500 os portugueses chegam a Pindorama, como os índios chamavam a sua terra. O local de parada das embarcações portuguesas foi a Baía Cabrália, no litoral do atual estado da Bahia.
Os portugueses permaneceram por dez dias e estabeleceram contato com os índios e fizeram um levantamento econômico da terra. Contatos amistosos com os índios que nos faz pensar que um já sabia da existência do outro.
A colonização foi um ?projeto mercantilista?, um empreendimento estatal, militar e econômico. Durante os três séculos toneladas de riquezas minerais foram do Brasil para Portugal. Em quase toda a América a vigorou a colonização de exploração; o povoamento e a ocupação das terras tinham como objetivo principal extrair ou produzir riquezas que eram levadas para a Europa.Quando os portugueses aqui chegaram encontraram nações que viviam em diferentes sistemas sociais, as tribos, pequenos grupos que falavam a língua tupi.
A origem da palavra índio, ocorreu em face de por muito tempo os colonizadores chamarem a América de ìndias Ocidentais.
A colonização, foi sinônimo de violência para os índios, pois os europeus passaram a usar a força para submeter os índios à sua vontade. Passaram a disputar espaço para sobreviver, e não raramente capturavam o inimigo e serviam como refeição(antropofagia).
O choque cultural resultou a desestruturação de aproximadamente 6 milhões de pessoas que aqui viviam. Os ìndios eram vistos como não humanos e em 1531, os padres dominicanos solicitaram ao papa a assinatura de uma bula declarando que os nativos eram homens, e não bestas; e não escravos.
PERÍODO PRÉ - COLONIAL 1500 A 1530
O pau Brasil foi o principal produto de exploração, trocado em forma de escambo com os índios. Foram montadas as expedições guarda-costas, que tinham como objetivo afastar das praias brasileiras os piratas franceses e ingleses, além de mapear o litoral. Ineficazes essas expedições forçaram a necessidade de colonização.
A coroa portuguesa tinha que garantir a posse da colônia e encontrar novas formas de lucro, uma vez que o reino vivia uma crise econômica. Surgiram então as capitanias hereditárias, pelo rei João III. Martim Afonso de Souza constatou a exploração sistemática do Brasil e instalou o sistema de colonização que garantiria o investimento da coroa portuguesa.
O sistema das Capitanias Hereditárias organizava-se a partir de dois documentos, a carta de doação e o foral, que determinavam os direitos e os deveres dos donatários em relação à terra que estavam recebendo e também em relação ao rei.
Os donatários tinham autonomia para exercer justiça, fundar vilas e escravizar índios, por outro lado, o monarca português detinha o exclusivo direito sobre as riquezas já explorados e todas as que fossem descobertas.

O GOVERNO GERAL
Em 1548, o estado português decidiu interferir na colonização e centralizou o controle da exploração colonial. Criou o Governo Geral, documento conhecido por Regimento de Thomé de Souza, primeiro governador geral. Salvador foi escolhida como sede do governo colonial.O alto escalão de apoio do governador era formado pelo provedor-mor, pelo ouvidor-mor, pelo capitão-mor da costa.

O EMPREENDIMENTO CANAVIEIRO
Portugal manteve a exploração no litoral, apesar do sistema de capitanias hereditárias dividir as terras em lotes lineares, em meados do XVI o interior continuava desconhecido para os colonizadores lusos.A expansão marítima tardia da França, que contestava a legitimidade do Tratado de Tordesilhas e, em virtude da inexpressiva presença portuguesa no litoral, os franceses contrabandeavam pau-brasil. Inicia-se também a fundação de algumas colônias, (França Antártica no litoral do rio de Janeiro). Os mercados orientais decaíram e houve o declínio do comércio português. Inglaterra e Holanda entram na concorrência do comércio internacional e conquistam parte do mercado português.
Tornava-se imperativa a necessidade de uma empresa colonial lucrativa.
Em 1530 o governo português resolveu desenvolver no Brasil a agroindústria açucareira.
A produção baseou-se na mão-de-obra escrava, foram instalados engenhos em várias partes do litoral do Nordeste.
Desde o século XV, os holandeses comercializavam o açúcar produzido nas ilhas colonizadas por Portugal. A associação entre portugueses e holandeses foi fundamental para a consolidação da indústria açucareira.
Nasce o latifúndio, a casa-grande, a senzala, o engenho e o senhor de engenho.
A lavora de cana ocupava de maneira predatória quase a totalidade das terras férteis da fazenda.`A medida que o solo se esgotava o plantio era deslocado para outras áreas.



Resumos Relacionados


- Explorando O Pau Brasil

- Geografia Da Ocupação Portuguesa Na África.

- Geografia Da Ocupação Portuguesa Na África.

- A Invasão Holandesa No Brasil

- A Invasão Holandesa No Brasil



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia