BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


O Nazismo
(História Mundial)

Publicidade
O Partido Nazista havia dado a Hitler mais de 13 milhões de votos para a presidência da República, perdendo para o general Hindenburg que conseguiu 19,3 milhões. Em 1933, Hindenburg, pressionado pelo empresariado alemão, trouxe Hitler para fazer parte do seu governo. Em 1934, morre o presidente Hindenburg, e Hitler acumula as funções de chanceler e de chefe de Estado. Sob o regime da ditadura, Hitler transforma a Alemanha num império, o Terceiro Reich, entre seus atos extinguiu todos os partidos alemães, sobrevivendo somente o Partido Nazista. Montou uma máquina político-administrativa de extrema eficiência e voltada para seus propósitos, dissolvendo o Parlamento e centralizando o poder. O nazismo propunha um Estado totalitário, cujo objetivo seria transformar seu povo na raça mais pura do mundo, a ariana, uma raça superior, e contrapartida a raça mais desqualificada seria a dos judeus, exército responsabilizado pela derrota da Alemanha na Primeira Guerra Mundial. Para forjar a raça perfeita, o nazismo proibia os casamentos entre alemães e judeus e planejava a esterilização de portadores de defeitos físicos e mentais. Hitler fundou a Gestapo (Polícia Política Secreta) e deu início aos campos de concentração, onde ficavam internados os inimigos do Regime.Os campos de concentração se prestavam principalmente ao extermínio de judeus. A centralização do poder, e de toda a estrutura do Estado, assumidas pelo governo, eram rigorosamente fiscalizadas. O investimento de grande capital na indústria de armas e na construção de grandes obras públicas reduziram rapidamente o desemprego e angariaram simpatia popular. Os alemães votavam no nazismo por descrédito nas forças políticas tradicionais, mas também pela espantosa máquina de propaganda utilizada pelo Partido Nazista; multidões uniformizadas, grandes paradas, comícios articulados minuciosamente. Por meio dessa propaganda, os nazistas conseguiram captar toda a fúria, todo o desejo de renovação, toda a loucura de morte e desespero eu os alemães haviam vivenciado na guerra. Hitler não prometia a igualdade entre os indivíduos, mas a superioridade de um povo de senhores, os alemães, diante de seus servos, o resto da humanidade. A habilidade de manipular emoções e os desejos de uma população humilhada e sem esperança que deu popularidade ao nazismo de Hitler.




Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia