BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


A Metamorfose
(Kafka, Franz)

Publicidade
Um Kafka para todos lerem. Não se assustem com a possibilidade nem com a dimensão que o nome dele ganhou, esse livro é de uma beleza atroz, e muito fácil de ler. Na sua melhor tradição, as histórias de Kafka pulam na sua frente logo de início, e então é aproveitar o caminho indicado e seguir. O enredo é fácil e batido, o homem que acorda transformado em um inseto/animal, seja lá o que for. Esse é o enredo mas, temos te ver por trás dos escritos e, tentar entender a metáfora embutida nisso. Pessoas normais, que levam uma vida aparentemente normal, e que acham que mudanças serão sempre ruins. Então um imprevisto muda tudo, vira a vida de todos de cabeça para baixo, e obriga que vejam/entendam o mundo novamente. Tem também a força imprimida no texto por um escritor tumultuado, com problemas pessoais, dificuldade de relacionamentos, e são esses meandros que moldam a obra kafkiana. Um autor nunca será um bom autor se da sua vida pessoal não pularem para as páginas experiências pessoais. Ele não queria que nada seu fosse publicado (foi traído pelo amigo Max Brody, graças aos céus), apenas A Metamorfose o foi em vida, além de outras poucas e esparsas linhas. Com certeza ele se utilizava dos seus escritos para exorcizar os seus medos, e para ir bem fundo na consciência, daí os labirintos que transbordam da sua obra. O ser em que se transforma o personagem é até hoje comentado e indagado por todos, no Brasil é uma barata cascuda e nojenta, mas isso não interfere no principal, a carona que você pode pegar para visitar a mente de um gênio, aproveite é uma viagem curta, rápida e intensa, só não existe garantia para a volta, pois ninguém vê a cara da morte e volta o mesmo da visita.




Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia