BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Cartas De Paulo
(Biblia)

Publicidade
O nome de Paulo aparece como autor de 13 Cartas do Novo Testamento,escritas a diferentes comunidades, ao longo de uns cinquenta anos. Nãosabemos ao certo quem e como se fez a colecção do chamado CorpusPaulino. Esta colecção contém as Cartas proto-paulinas - ou seja, asautênticas, as que ele próprio escreveu - e as dêutero-paulinas,escritas talvez pelos seus discípulos. São proto-paulinas: Romanos,Gálatas, 1 Tessalonicenses, 1 e 2 Coríntios, Filipenses e Filémon; asdêutero-paulinas - escritas entre 70 e 100 - são as "Cartas Pastorais"- 1 e 2 Timóteo, Tito - e as restantes: Efésios, Colossenses, 2Tessalonicenses. Ao todo, treze Cartas. No fim do séc. II, a colecçãodas treze Cartas de Paulo lista que incluía frequentemente Hebreus.estava feita e era aceite em toda a Igreja como Palavra de Deus ver 2Pe 3,15-16.PAULO ESCRITOR? Paulo não foi primariamente um escritor, mas umrabino convertido na célebre "Visão de Damasco" (Act 9,1-19; 22,4-21;26,9-18) que percorreu muitos milhares de quilómetros (ver as suasviagens nos Mapas, p. 2141-2142), anunciando de cidade em cidade o Evangelho da morte e ressurreição de Jesus. Não lhe interessou narrara vida de Jesus nem sequer os seus milagres. As Cartas eram o únicomeio ao seu alcance para comunicar com as comunidades recentementeformadas. Entre as Cartas autênticas de Paulo estão, assim, osprimeiros escritos cristãos que chegaram até nós.Há, pois, uma íntima relação entre as Cartas e a geografia dasprimeiras comunidades cristãs dos anos 50-60. Os Doze, que viviam emJerusalém e viajaram muito pouco, na sua maioria não sentiram anecessidade de escrever Cartas. Podiam responder oralmente às pessoas eà comunidade. Daí o carácter geralmente circunstancial destes escritos,que não tinham propósitos propriamente teológicos. Paulo era, antes demais, um missionário: Ai de mim, se eu não evangelizar! 1 Cor 9,16 .A Carta aos Romanos é a excepção mais evidente a este respeito; eColossenses e Efésios preocupam-se mais com a teologia da Igreja do quecom os problemas das igrejas.Tudo isto nos manifesta quais eram os problemas e as necessidades dasprimeiras comunidades cristãs, tanto judaicas como helenistas, às quaisPaulo respondeu a partir do Evangelho. Um exemplo de tudo isto é ofacto de Paulo falar apenas uma vez da Eucaristia 1 Cor 11,17-34,para responder aos abusos que havia na comunidade de Corinto. GÉNEROS LITERÁRIOS E ESTRUTURA Por tudo o que acabamos dereferir, as Cartas de Paulo encerram géneros literários bem diferentes:desde o tratado teológico sobre a fé, da Carta aos Romanos, até aosimples bilhete a Filémon, passando pela multiplicidade temática de 1 e2 Coríntios.Estes géneros literários devem-se sobretudo ao circunstancialismo dassuas Cartas, mas também ao temperamento arrebatado de Paulo, unido àsua espiritualidade de convertido. Não podemos ainda esquecer osmétodos da exegese rabínica em que Paulo era mestre, por terfrequentado a escola de Gamaliel, assim como a linguagem própria de umsemita. Por tudo isto, utiliza frequentemente a linguagem da diatribecínico-estóica e da antítese e do exagero semita (ver Gl 3,19; 1 Cor2,2). As grandes antíteses de conteúdo teológico de Paulo são:Vida-Morte, Carne-Espírito, Luz-Trevas, Sono-Vigília, Sabedoria-Loucurada Cruz, Letra-Espírito, Lei-Graça (2 Cor 3,1-16).As Cartas de Paulo têm uma estrutura própria deste género literário:Saudação. Paulo dirige-se a determinada comunidade cristã esaúda-a, por vezes longamente, desejando-lhe os bens cristãos em queaparece, com frequência, a fórmula trinitária. Nesta saudaçãoencontra-se já um resumo da fé cristã.Corpo da Carta. Aqui desenvolve a sua doutrina, faz as suasexortações e responde aos problemas e questões da comunidade. Estaparte constitui a quase totalidade da Carta e mostra-nos qual o seuobjectivo. Conclusão. Por vezes, é bastante extensa e contém várias saudações e acções de graças de origem litúrgica (ver Fl 4,2-23).ESTRUTURA DAS IGREJAS Uma estruturação - ainda que incipiente -da Igreja, mediante osbispos, presbíteros e diáconos, presentesobretudo nas Cartas Pastorais, mostra a necessidade que a Igreja tinhade sobreviver às tempestades, de ultrapassar a idade da infância, emque se sentia a protecção e o acompanhamento dos pais fundadores dascomunidades.Esta estruturação das igrejas cresce na medida em que diminui a tensãoà volta do tema da Vinda do Senhor, nos tempos escatológicos, e namedida em que é ultrapassada a época do Kerigma e chega ao seu fim otempo do carisma dos primeiros evangelizadores. Por isso, 2Tessalonicenses recrimina os que propalam uma vinda imediata do Senhor 2 Ts 2,1-12.TEOLOGIA O conteúdo teológico das Cartas de Paulo é variado: escatológico, ou seja, a doutrina que se refere aos últimos acontecimentos da História da Salvação; soteriológico, sobre o papel de Deus e do crente na salvação, por meio de Cristo; cristológico, o lugar central de Cristo na realização do plano salvador de Deus; eclesiológico, o papel que Deus confiou à Igreja, por meio de Cristo, para a realização do seu plano de salvação integral da humanidade. Paulo elabora ainda a Tradição ("parádosis"), a partir de temastradicionais do judeo-cristianismo ou do helenismo. Recolhe hinos, porexemplo, imprimindo-lhes um cunho pessoal. A sua teologia está emcontínua elaboração. Por isso, não podemos esperar dele uma teologiaplenamente estruturada, nem no seu conjunto nem acerca de qualquer temaespecial.O modo como Paulo utiliza o Antigo Testamento ressente-se da suaformação rabínica. Nas 13 Cartas encontramos 76 citações formaisintroduzidas com as fórmulas próprias: "Como diz a Escritura", "Comoestá escrito". Algumas citações do AT são feitas com grande liberdade Rm 10,18: Sl 19,5; Ef 4,8: Sl 68,19, como acontece, por vezes, noEvangelho de Mateus.



Resumos Relacionados


- Sabedoria De Paulo De Tarso O Apóstolo Dos Gentios Para Todos Os Cristãos

- Bíblia Sagrada

- Lucíola

- Quem Você Está Imitando?

- Teologia Sistemática



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia